Paulo, um lúcido

Celebramos a lucidez de Paulo,
e nela, a nossa.
Paulo nasce judeu e morre judeu,
o que mudou foi a forma de ver:
de gente a perseguir, a irmãos;
de gente desordeira, impura e rebelde, a amados;
de nada a tudo, a membros de um corpo que é o corpo do próprio Deus.
Paulo, agora cheio do Espírito Santo,
do sopro protagonista do livro dos Actos dos Apóstolos, do motor e agente no mundo,
faz-se alimento daqueles que devorava.
Essa é a Páscoa que nos espera e que desejamos ardentemente:
partilhar a vida como quem rasga e oferece pão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.