a linguagem da "coroa"

Lucas apresenta-nos a intervenção de Estêvão,
a única, imediatamente antes de ser assassinado.
Neste quadro assistimos a um movimento performativo.
Estêvão – “o coroado”; o primeiro mártir apresentado nos textos das origens do cristianismo;
um cristão “crístico” – devolve o Espírito, devolve o sopro, devolve o hálito,
devolve o alento, devolve o Deus-Agente em nós.
Devolve a vida ao autor da vida,
devolve o tesouro de vida que rendeu cem por um em cada oferta de si.
Essa é a linguagem da semente que destruída germina,
essa é a linguagem do pão que rasgado, repartido, sacia, dá vida, fortalece.
Essa é a linguagem do cristão que vive tanto mais quanto mais for capaz de fazer viver, de oferecer vida, de ser verdade, bondade, beleza oferecidas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Foto do Google

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Foto do Facebook

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.