somos semelhança

Lemos hoje um texto que é um hino à semelhança,
uma narração que exalta o que verdadeiramente nos coloca em relação
com os outros e com o próprio Deus: somos semelhantes.

Lucas evidencia a comunhão do grupo de Pedro – de sensibilidade pró-judáica -,
com o grupo de Paulo – de sensibilidade mais conciliadora entre judeus e gentios -,
porque “a fé purifica os corações”;
os laços, a relação, a vida oferecida, o dom de si,
a busca do bem, da verdade, da beleza no próximo, com o próximo, pelo próximo
aproxima-nos e diz o que define qualquer fronteira:
somos semelhantes, somos irmãos.

Olhando-nos assim, cuidando-nos assim,
rezamos da melhor forma a oração em que tratamos Deus como nosso Pai,
sentimos na pele a alegria de sermos Deus,
de virmos dele e para ele voltarmos,
e de o revelarmos em cada gesto, em cada palavra.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.