Mas qual puro?…

O nome Zaqueu significa algo como “puro”, “justo”. 

Claramente, Lucas quer colocar os seus leitores a sorrir desde o princípio da história…
Zaqueu é uma espécie de paradoxo sobre seguir Jesus.
O-Puro era chefe de cobradores de impostos. 
O-Puro era chefe dos traidores que recolhiam os impostos do povo para o governo central de Roma. 
O-Puro era chefe de uma data de gente com fama de roubar mais qualquer coisa para “arredondar” a “taxa imperial”.
O-Puro que era chefe de traidores e ladrões, de puro não tem nada… 
E se os ladrões enriqueciam, quanto mais o chefe deles… 
Era um rico, que poderia ter tudo mas – diz o texto – era o menor de todos. O que lhe faltava, o dinheiro não podia comprar.
O texto não fala em lado algum da humildade de Zaqueu na subida à “árvore de escalada engenhosa”. Um rico a correr e a subir a uma árvore – a ter que moralizar – é mais um excêntrico que um humilde…
Jesus olha o excêntrico. Jesus vê o extravagante ridículo. E o encontro com Jesus dá-se no meio da multidão, do ruído, dos equilíbrios de trapezista sem rede… O encontro com Jesus dá-se no meio de excentricidades. 
[não tem que se dar só naquela oração que está programada para o ano que vem; 
não tem que ficar preso a situações ideais sempre a-ver…]
O encontro com Jesus dá-se no concreto dos dias, entre corridas, acessórios, malabarismos, ruídos…
A decisão de Zaqueu, O-Puro, acontece em casa – lugar da desmesura, onde o amor não é medido, onde o amor é exagerado, onde a dádiva é desproporcinal. Tem lá Zaqueu riqueza para repor desta maneira o que roubou…
[lembremos o frasco de bom perfume partido aos pés de Jesus; lembremos os pés lavados com lágrimas e enxugados com cabelos… Em casa tudo é exagerado! Como desproporcional é o verdadeiro amor, sem cálculos, sem previsão de riscos…]
O sentido do nome Zaqueu percebêmo-lo no fim da história, tal como o sentido da vida nem sempre é possível compreender-se num dia, no presente.
No entanto esse sentido busca-se com as escolhas que faço
e,sobretudo, com as minhas dádivas,
com o dom de mim.
[a propósito de lucas 19]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.